Amaciamento de motor como fazer da maneira correta?

Muita gente acha que faz esse procedimento da maneira correta, mas por muito tempo o fez do jeito errado, e aqui no Vivendo Duas Rodas vamos esclarecer os mitos que cercam o período de amaciamento do motor.

Veja também em vídeo no nosso canal do Youtube

Para o motor ficar bom você precisa andar com ele no limite desde os primeiros km?

Isso é historinha inventada por quem precisa ter uma desculpa pra sair à milhão com a moto sem peso de consciência.

Quando falamos de amaciamento de motor da moto, os primeiros KM são os mais importantes para componentes como: motor, pastilhas de freio e pneus. 

Dependendo do fabricante ele pode pedir um período de amaciamento entre 500 a 1000km, e isso pode ser encontrado no manual da sua moto, ou em caso da retífica eles lhe darão a orientação adequada do seu motor.
Neste período, por melhor que seja a montagem e por mais modernos que sejam os equipamentos é quando as peças irão se “assentar”, ou seja: ganhar as folgas, e ficar no posicionamento adequado.

No motor alguns grandes problemas podem ocorrer se você “torcer o cabo”, como por exemplo: virar anel ou até outros incômodos.

Virar o anel é basicamente quando os anéis de vedação do motor (os que ficam no pistão), acabam mudando sua posição e ao invés de fazer o seu trabalho de fazer com que o óleo desça para o cárter deixará sair do motor, fazendo com que ele “fume”.

Durante o período de amaciamento do motor é importante ter cuidado independente da cilindrada para aumentar sua durabilidade.

Primeira troca de óleo é importante para amaciamento do motor

A primeira troca de óleo é a mais importante para o motor, evite adiar, ou mesmo “economias” como não trocar o filtro de óleo.

Por exemplo, em veículos que possuem bujão magnético é possível ver as limalhas que saem do motor durante este período de amaciamento.

Limalhas são pequenos pedaços de metal que saem normalmente pelo atrito, sendo elas um dos principais motivos para não acelerar o motor demais nos primeiros km. 

O maior perigo das limalhas é que elas podem criar fissuras nas paredes do cilindro que vão fazer com que seu motor faça fumaça e diminua a performance e vida útil da sua moto. 

Longas distâncias são proibidas nos primeiros km?

Esse é um assunto que pode gerar polêmica, mas sempre consulte o manual do seu veículo, há fabricantes que não proíbem rodar longas distâncias durante os primeiros 500 ou 1000km.

Dependendo do seu fabricante viagens podem não estar proibidas durante o período de amaciamento do motor da sua moto, mas é importante sempre ver o manual.

Porém além de pedirem que seja feita a realização da troca de óleo na quilometragem do período de amaciamento recomendam evitar manter o veículo sempre na mesma faixa de giro ou velocidade constante, pedindo sempre uma variação.

Essa variação de giro que ocorre normalmente no uso urbano evita com que por exemplo o cilindro ou as bronzinas fiquem “ovalizadas”.

Sistema de freios precisa de atenção também

O sistema de freios também precisa passar por um “amaciamento” porém muito menor que o do motor, existe um período para que as pastilhas se assentem da maneira correta, cada fabricante dará sua orientação. 

O sistema de freios demanda de atenção durante o período de amaciamento da moto.

Inclusive ao realizar a troca de pastilhas o mecânico deve lhe avisar quantos km você precisa para que as pastilhas se assentem corretamente.

O risco de não deixar com que a pastilha se “assente” corretamente e se acomode na pinça.

O pneu demanda de um cuidado nos primeiros km

Por melhor que o pneu seja limpo durante a colocação ou a liberação do veículo no caso dos modelos zero km, uma das orientações dos fabricantes é pelo menos nos kms iniciais.

É importante ter cuidado com o pneu da sua moto nos primeiros km de uso.

A resina à base de vaselina que é colocada no pneu para que ele não resseque parado nos estoques só sai durante a rodagem, não há produto que a retire 100%, então fique atento nos primeiros km com o pneu novo principalmente em curvas.

Gostou do conteúdo? Tem mais alguma dica? Deixe nos comentários, e navegue em nosso blog para mais.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *